Where To Buy Contact Options
ícone de telefone
Se você tem dúvidas, ligue para nós.
1-800-338-3287
Talk to an Expert
mobile menu icon mobile menu close icon

Não importa o quanto você se preparou para emergências com treinamento operacional ou equipamentos confiáveis, sempre há fatores que estão simplesmente fora do seu controle.

É por isso que é vital ter planos de resposta que minimizem a oportunidade de erro humano e permitam que você reúna as informações necessárias para resgate e resposta quando ocorrer um incidente. Velocidade e precisão são fundamentais quando a vida de seus trabalhadores e membros da comunidade está em jogo, então a hora de criar um plano de preparação para emergências é agora.

Vamos examinar um cenário de emergência e como o pessoal de segurança respondeu a uma liberação de gás não planejada.

Os desafios da resposta a emergências

No início da jornada de trabalho, um tanque desabou no lado norte de uma planta industrial. Uma quantidade desconhecida de gás perigoso foi liberada, criando um ambiente potencialmente explosivo e tóxico tanto para os trabalhadores quanto para a comunidade do entorno.

Esta cena ilustra algumas das frustrações que o pessoal de segurança, como chefes de bombeiros, gestores de segurança e técnicos de segurança, enfrentam em uma emergência industrial e as perguntas que podem se seguir:

  • Quando começou o vazamento?
  • Que tipo de gás e quanto foi liberado?
  • Para onde está indo depois?
  • Quem será afetado? Quem já foi exposto?
  • Como posso proteger minha equipe e a comunidade — eles podem se abrigar no local ou devo ordenar uma evacuação? Como posso proteger nossas instalações?

As respostas a essas perguntas podem esclarecer a situação para que você implemente os procedimentos de emergência adequados, interrompa a ameaça e acompanhe quando for necessário.

Mas onde você pode conseguir essas informações? Aqui estão as três coisas que você deve examinar ao criar qualquer plano de resposta a emergências.

1. Comunicação e informação acessível

Ação rápida para entender e comunicar a situação é fundamental para as equipes de resposta a emergências e todos os envolvidos.

Em nosso cenário, os socorristas chegam ao local e usam os monitores multigás pessoais Ventis Pro5. Há monitores de área Radius BZ1 e Gateways RGX ao redor do tanque e em toda a comunidade para monitorar continuamente a situação em tempo real e criar uma segunda linha de defesa.

Momentos após a implantação, as medições de gás em andamento e os dados em tempo real do equipamento são compartilhados entre os socorristas, melhorando a visibilidade do perigo no solo e permitindo que o pessoal de segurança permaneça a uma distância segura.

Por meio do compartilhamento de alarmes e resumos visuais de alarmes, a equipe de resposta descobre quem precisa de ajuda, onde encontrar as pessoas, qual é a ameaça e mais, permitindo um resgate mais seguro e eficaz.

Para garantir que todos os envolvidos sejam atualizados continuamente sobre a liberação, os alertas móveis personalizáveis são configurados no iNet agora, que notifica os socorristas quando há alguma mudança nas condições.

linkedin-In-Stream_Wide___SAFER Fire

2. Previsão de zona de perigo

As medições de gás e dados meteorológicos locais dos sensores também alimentam o SAFER One, um software de modelagem dinâmica de plumas que cria um modelo da liberação de gás e seu caminho futuro para um período de duas horas. Com essas perspectivas, os operadores podem reduzir o risco de mais incidentes e dar aos socorristas as informações necessárias para configurar bloqueios de estrada, centros de evacuação, postos de comando e áreas de descontaminação, triagem e preparação.

Com o SAFER One, você pode visualizar um modelo de pluma em tempo real que se ajusta constantemente às condições do seu local, combinando dados de sensores de gás, estações meteorológicas e padrões de tráfego local. Ao capturar os fatores de mudança automaticamente, você pode eliminar cálculos e estimativas manuais de seu plano de resposta a emergências e dar ao pessoal de segurança a capacidade de agir com confiança durante emergências, protegendo sua equipe, comunidade e o meio ambiente.

3. Relatório e acompanhamento de incidentes

Depois de resolver uma emergência controlando o perigo e confirmar que todos estão em um local seguro, a última coisa que você deseja é o fardo de uma documentação extensa. No entanto, os insights obtidos de seus dados de detecção de gás são extremamente valiosos para relatórios de conformidade e prevenção de incidentes.

Um software de gerenciamento de detecção de gás, como o iNet Control, pode ajudar você a automatizar os relatórios para que possa se concentrar mais em como evitar exposições repetidas e menos em pesquisar dados em busca de informações relevantes. Você pode visualizar todos os registros do seu local, registros de dados e de alarmes em um painel fácil de acessar.

Sem essa combinação de hardware conectado e soluções de nuvem inteligentes, esse cliente precisaria mobilizar muito mais pessoal e, ao mesmo tempo, fazer cálculos de modelo manualmente para entender o impacto na comunidade.

No entanto, como a equipe investiu em soluções de resposta a emergências da Industrial Scientific, eles economizaram tempo, reuniram os insights certos e agiram na hora para proteger seu pessoal e a comunidade.

Fale com um de nossos especialistas para saber mais sobre como você pode melhorar seu plano de resposta a emergências.