Where To Buy Contact Options
ícone de telefone
Se você tem dúvidas, ligue para nós.
1-800-338-3287
Talk to an Expert
mobile menu icon mobile menu close icon

A COVID-19 mudou drasticamente as nossas vidas, forçando todos nós a fazer mudanças pessoais e profissionais. Uma dessas mudanças foi o distanciamento físico e a redução do contato humano. Muitas empresas adotaram medidas como redução da força de trabalho, escalonamento de turnos, rotação de pessoal e implementação de programas de indução no local (listas de verificação de entrada e saída, verificações de temperatura etc.). Infelizmente, algumas empresas enfrentam dificuldades com essas medidas de proteção porque com frequência os trabalhadores precisam compartilhar espaços, equipamentos, ferramentas e muito mais. Profissionais de SSMA, gerentes de operações e líderes de segurança têm enfrentado esses desafios para encontrar maneiras seguras e criativas de adaptar os locais de trabalho a esse "novo normal".

Uma coisa que não se pode mudar é fornecer aos trabalhadores equipamentos de detecção de gás para salvar vidas. Isso pode ser desafiador em operações normais, tornando-se ainda mais difícil quando estamos enfrentando a COVID-19. Os desafios da adaptação de um programa de detecção de gás para COVID-19 são duplos: se houver menos trabalhadores no local, você pode não ter os recursos e a experiência para manter a frota de detectores de gás; e normalmente, quando trabalhadores usam detectores de gás, têm contato físico com outros trabalhadores e espaços compartilhados no seu local.

trabalho de casa

É raro que os trabalhadores tenham seus próprios detectores de gás pessoais dedicados – em vez disso, colegas trabalhando em turnos diferentes podem compartilhar o mesmo detector. Isso significa que os trabalhadores precisam visitar um escritório compartilhado ou local de manutenção várias vezes por dia para pegar e devolver detectores de gás. Fazendo isso, é provável que o trabalhador esteja em contato com técnicos de manutenção ou outros colegas enquanto carregam, testam, calibram e carregam registros de dados do monitor manualmente. Por outro lado, se houver menos funcionários no local, o trabalhador pode não ter acesso a um técnico de manutenção treinado para diagnosticar e corrigir um problema com um monitor. Isso não só causa tempo de inatividade, mas também põe seu pessoal em risco de usar um monitor que pode não funcionar, ou pior, tentar trabalhar sem ele. 

Reduza o contato humano e melhore a eficiência da manutenção

Felizmente, há duas maneiras fáceis de reduzir a quantidade de tempo que os trabalhadores passam em espaços compartilhados para as necessidades de detecção de gás: docking stations e programas de serviço baseados em assinatura.

As docking stations reduzem drasticamente o tempo que os trabalhadores ficam em contato próximo, simplificando as tarefas diárias de manutenção do detector de gás, como testes de resposta, carregamento e registro de dados. Com as estações de encaixe, seus funcionários colocam o monitor na plataforma após o turno e ele iniciará automaticamente as tarefas básicas de manutenção. No dia seguinte, o trabalhador simplesmente pega o monitor da docking station e começa a trabalhar – sem se atrapalhar com vários cilindros de gás e tubos durante a calibração. Um processo que levaria cerca de 10 minutos para fazer manualmente agora leva apenas alguns segundos. Com monitores compartilhados, a docking station é o local ideal para implementar procedimentos de limpeza e desinfecção.

Embora as docking stations sejam ideais para reduzir o contato humano nas tarefas de manutenção do dia-a-dia, os serviços de assinatura de detecção de gás levam a segurança mais longe, cobrindo solução de problemas e reparos. Programas de assinatura de detecção de gás como iNet® Exchange são úteis em operações normais e são especialmente úteis agora se você reduziu a equipe ou está limitando os visitantes (incluindo serviços de reparo no local) devido às restrições da COVID-19. Com um programa de serviço completo baseado em assinatura como o iNet Exchange, uma docking station analisa o desempenho dos monitores, sensores, placas de circuito, microprocessador e bombas a cada vez que os trabalhadores acoplam os seus monitores. Informamos se um monitor precisar ser trocado em breve – antes de falhar – e enviamos outro automaticamente. Antes que você perceba, estará recebendo a entrega sem contato de um novo monitor, gratuitamente. Assim, os trabalhadores podem passar menos tempo em uma sala de manutenção lotada e mais tempo trabalhando a uma distância segura, sabendo que os monitores estarão prontos para os alertar se perigos de gás representarem um risco de segurança.

Quando a ameaça da COVID-19 finalmente passar e o seu local voltar a operar com capacidade total, o iNet Exchange oferece flexibilidade total para dimensionar o seu programa de detecção de gás. Seja para adicionar mais monitores, modificar os gases monitorados ou adaptar-se de qualquer outra forma, o iNet Exchange permite que mudar de forma rápida e fácil o seu programa para manter os trabalhadores em segurança.