Where To Buy Contact Options
ícone de telefone
Se você tem dúvidas, ligue para nós.
1-800-338-3287
Talk to an Expert
mobile menu icon mobile menu close icon

Uma coisa comum a quase todos os segmentos da indústria de alimentos e bebidas é o armazenamento refrigerado. Quer se trate de congelamento instantâneo em espiral, congeladores ou simples armazenamento refrigerado constante para produtos acabados, as unidades de armazenamento refrigerado são usadas em todo o setor. Isso significa que um perigo particular de gás vem junto com elas – a amônia (NH3).

A amônia é o principal refrigerante dos equipamentos de refrigeração comercial encontrados na indústria de alimentos e bebidas. Pode vazar e acumular-se ao redor de um congelador ou unidade de armazenamento refrigerado e pode ser encontrada em níveis perigosos dentro da própria unidade.

A amônia pode apresentar três grandes problemas de segurança:

  1. Contaminação de produtos em câmaras frigoríficas
  2. Riscos para a saúde dos trabalhadores em certas concentrações
  3. Fogo ou explosão em certas concentrações

Se você for exposto a altas concentrações de amônia, poderá notar irritação imediata e queimação nos olhos, nariz, garganta e trato respiratório. A inalação de altas concentrações de amônia pode causar queimaduras na boca ou no nariz, lesões pulmonares, cegueira ou até morte. A exposição a uma concentração de apenas 300 ppm é considerada imediatamente perigosa para a vida e a saúde e pode causar a morte em 30 minutos.

Os impactos do vazamento de amônia vão além dos riscos tóxicos que apresenta aos trabalhadores. Em altas concentrações, a amônia é extremamente combustível, com um limite explosivo inferior de 15% por volume ou 150.000 ppm. Embora a exposição a essas concentrações seja imediatamente mortal para os humanos, o acúmulo de amônia nessas concentrações em áreas desconhecidas pode representar um risco geral maior. Em concentrações acima de 15%, a amônia combinada com uma fonte de ignição criará uma explosão ou incêndio com consequências catastróficas. 

Seja por contaminação do produto armazenado ou ameaçando um trabalhador que entre em uma unidade específica, é fundamental para a sua segurança entender o perigo apresentado pela amônia e monitorá-lo adequadamente. Isso significa usar um monitor com uma faixa de medição para amônia e gases combustíveis apropriada para que você saiba exatamente quais precauções tomar. Usar um SCBA para continuar trabalhando quando o seu monitor pessoal de amônia estiver fora do alcance pode não manter você em segurança se a amônia atingir o seu LEL no ambiente. Da mesma forma, se o seu detector de gás estiver equipado com apenas um sensor de gás combustível, um nível perigoso de amônia pode estar presente sem nunca registrar um alerta no monitor.

Em vez disso, se as concentrações de amônia forem além da faixa de seu monitor de gás pessoal, pare todo o trabalho a quente imediatamente, obtenha um monitor multigases com um sensor de gás combustível e verifique se a concentração de amônia está bem abaixo do limite explosivo e em um nível que permita continuar trabalhando com segurança. 

Não caia em uma fria. Se a sua escolha para detecção de amônia for um monitor de gás único como o GasBadge® Pro, ou um monitor multigases como o Ventis® Pro5, certifique-se de que a unidade escolhida proporcione a proteção adequada no seu ambiente de trabalho.