Where To Buy Contact Options
ícone de telefone
Se você tem dúvidas, ligue para nós.
1-800-338-3287
Talk to an Expert
mobile menu icon mobile menu close icon

As paradas de manutenção estão entre os períodos de maior risco que a sua empresa pode enfrentar. Não apenas as unidades críticas de processamento ficam paradas por semanas ou até meses – mas também os seus funcionários podem estar executando tarefas desconhecidas. Some-se a isso novos empreiteiros que não conhecem o seu local e você terá todos os ingredientes para um grande desastre.

Antes da sua próxima parada de manutenção, resolva estes quatro desafios de segurança para que não atrapalhem a sua programação nem estourem o seu orçamento:

1. Proteger todos os trabalhadores

Selecionar pessoal para uma parada de manutenção é um desafio – não há como contornar isso. Mas você precisa fazer mais do que ter os trabalhadores certos nos lugares certos. Também precisa considerar se os trabalhadores têm as ferramentas de segurança certas. Os trabalhadores que estão com você há 10 anos provavelmente conhecem os procedimentos de segurança como a palma da mão. O mesmo não acontece com novos empreiteiros. Nesse caso, pense em usar ferramentas que ajudem a nivelar o campo de atuação quando se trata de segurança. Alguns detectores de gás têm botões de pânico, alarmes de ausência de movimento que detectam quedas, mensagens de alarme personalizadase monitoramento ao vivo para ajudar a melhorar a segurança dos trabalhadores menos experientes. Para tornar a segurança ainda mais fácil, beacons de localização podem avisar aos trabalhadores que estão se aproximando de uma área restrita ou precisam tomar precauções extras de segurança, como usar um respirador.

2. Coordenar a logística

Antigamente, o gerenciamento da logística de paradas de manutenção exigia monitoramento físico no local e verificação manual dos processos. Hoje em dia, ferramentas de conectividade podem automatizar esse processo para simplificar a logística. Detectores de gás sem fio podem compartilhar instantaneamente as leituras de gás com monitores próximos para que os trabalhadores saibam quando um colega está em perigo. Levando a conectividade ainda mais longe, um software de monitoramento ao vivo pode exibir o status de cada monitor de gás e as leituras de gás para os gerentes de segurança, que podem ver toda a sua força de trabalho em um mapa. Pode-se até mesmo integrar leituras de monitores de perímetro ou de área para garantir que um perigo de gás em uma parte das instalações não afete as operações em outra parte.

3. Ficar dentro do orçamento

Com o custo das paradas de manutenção aumentando sem parar, o orçamento é um fator chave nas decisões. Quando se trata de segurança, no entanto, considere se o corte de custos agora não vai levar a problemas de segurança no futuro. Investir nas ferramentas de segurança certas pode ser a diferença entre uma recuperação tranquila e uma paralisada por ações judiciais e custos elevados. Ferramentas de segurança de alta qualidade podem ter um preço alto, mas muitos fornecedores oferecem dispositivos e software de aluguel por uma fração do custo.

4. Avaliar o sucesso

O planejamento da sua próxima parada de manutenção precisa começar no momento em que a atual terminar. Use dados de segurança de detectores de gás e outros dispositivos conectados para identificar onde os trabalhadores encontraram perigos de gás, ver se descartaram alertas críticos como alarmes falsos e entender os padrões de alarme para identificar e resolver os perigos de segurança. Com o software de coleta e análise de dados, você pode usar seus dados de segurança para orientar decisões e mudar comportamentos.

O resultado final é que as paradas de manutenção exigem soluções de segurança robustas, e com as opções de aluguel, você nunca precisa sacrificar a segurança para ficar dentro do orçamento.