Por que se chama teste de resposta?

Por que se chama teste de resposta?

Sean Linton | sexta-feira, 26 de junho de 2020

Minas de carvão e canários - A primeira forma real de detecção de gás foi o canário em uma mina de carvão. Usavam-se canários porque eles caíam vítimas dos efeitos do monóxido de carbono e outros gases venenosos bem antes dos mineiros e, assim, alertavam os mineiros sobre as mudanças na atmosfera da mina. Os mineiros estavam apostando suas vidas, e as vidas dos seus companheiros, naqueles brilhantes pássaros amarelos. Todos os dias os mineiros apareciam para o trabalho e, antes de se dirigirem ao subsolo para os seus turnos, pegavam um canário em uma gaiola e a batiam levemente contra a parede para que a resposta do canário mostrasse que ele ainda estava vivo. Essa prática foi chamada de "teste de resposta".  Era uma verificação vital para os mineiros, pois não teria sentido levar um canário morto para dentro da mina.

Por que o teste de resposta salva vidas

Alerta na tela do Ventis Pro5

Leia este informe técnico para saber sobre os
dados por trás das recomendações do teste de resposta.

Faça download do informe técnico

O termo "teste de resposta" é provavelmente o mais usado no mundo da detecção de gás portátil. Nessa altura, a maioria dos usuários sabe o que é um teste de resposta. Ainda assim, muitos não sabem por que ou, em alguns casos, como fazer isso.

“Como faço para testar? Por que preciso testar? Com que frequência preciso fazer testes de resposta?"

"Ei, você testou o seu monitor de gás?"

"Onde está seu registro de teste de resposta?"

Estas são apenas algumas das perguntas que encontrei nos últimos 7 anos trabalhando no ramo da detecção de gás.

Em termos simples, um teste de resposta é um teste funcional do monitor de gás para garantir que os sensores respondam ao seu gás alvo e que os alarmes funcionem. Isso é feito expondo brevemente os sensores ao gás alvo. O teste de resposta deve ser feito antes do uso de cada dia. Os testes de resposta verificam o funcionamento dos sensores e alarmes, mas não medem a precisão dos sensores e não fazem ajustes no instrumento da mesma forma que uma calibração.

Independentemente da marca ou tipo de monitor de gás que você usa, já deve ter feito algumas dessas perguntas sobre os testes de resposta antes. Tive milhares de conversas sobre testes de resposta, treinei inúmeros usuários sobre como usar monitores, quando fazer testes e como fazer um teste, e todas essas perguntas sempre se repetem. A única pergunta que me foi feita e para a qual realmente não tive resposta foi:

"Por que você chama isso de teste de resposta?"

Neste ponto, tenho uma confissão a fazer… Inventei a parte do “teste de resposta” da história do canário. Para encontrar a verdadeira origem do termo, passei incontáveis horas pesquisando e perguntando por aí. Diante da adversidade na minha busca por respostas, sentei-me e pensei longa e arduamente. Assim, inventei uma história para responder à pergunta.

Depois que tive a ideia da história do canário, comecei a contá-la toda vez que treinava um usuário, e ela sempre fazia rir. A parte importante é que eu a completo com uma explicação de por que é tão importante testar o monitor.

Pare de levar canários mortos para a mina de carvão

Todos os dias, quando pega o seu monitor de gás, você aposta sua vida e tudo que você estima nesse pequeno aparelho. Na maioria das aplicações, é apenas uma questão de tempo até você depender da capacidade desse monitor de gás para fazer seu trabalho. O monitor de gás é o seu canário; por isso, pare para ter certeza de que o canário que você levou para a sua mina de carvão (refinaria, poço de petróleo, usina siderúrgica, espaço confinado) não está morto.