Glossário

Educação geral sobre gás


A

Alarme: Som audível, sinal visual ou vibração que sinaliza e alerta sobre níveis perigosos de gases combustíveis, gases tóxicos ou atmosferas deficientes em oxigênio.

Temperatura ambiente: Temperatura existente nas imediações.

Agências de aprovação: Agências que desenvolveram um conjunto de normas elétricas geralmente aceitas em seu país ou campo de atividade como obrigatórias. Entre essas agências estão, nos EUA, a Factory Mutual e a Underwriters Laboratories; e, no Canadá, a Associação Canadense de Normas. Normas para diversos ramos de atividade também são definidas por agências de aprovação específicas; como, por exemplo, a Guarda Costeira para instrumentos utilizados no mar.

Hidrocarbonetos aromáticos: Grupo de compostos de hidrocarbonetos de formação em anel fechado e derivados do benzeno. Os mais comuns são tolueno e xileno.

Aspirar: Inspirar, por exemplo um gás, por sucção.


B

Gases de fundo: Constituintes da amostra ou espaço a ser testado, exceto o gás específico que estiver sendo monitorado.

Furo de barra: Abertura feita do nível do solo até um duto com o objetivo de permitir a entrada de uma sonda e mangueira para verificar vazamentos de gás. 

Teste de resposta (teste funcional): Aplicação de gás a um instrumento para verificar a funcionalidade. É usado para verificar a resposta do sensor e do alarme.


C

CCM: Centímetros cúbicos por minuto.

CFM: Pés cúbicos por minuto.

Calibrar: Método de ajuste de um dispositivo de medição para corrigir imprecisões inerentes. Uma concentração de gás conhecida é usada como padrão de calibração para verificar e ajustar a saída da unidade.

Curva de calibração: Gráfico que descreve a relação entre uma leitura de escala do medidor e uma concentração de gás. A abcissa (eixo horizontal) geralmente representa a concentração de gás, e a ordenada (eixo vertical). a leitura do medidor. As curvas de calibração são usadas para interpretar as leituras de certos gases que normalmente não correspondem à calibração inicial do instrumento.

Catalisador: Substância que acelera ou retarda uma alteração química, mas permanece estável. Na análise de gases, o catalisador mais utilizado é a platina. A platina é usada na forma de arame no elemento de detecção (filamento). Quando uma mistura de ar e gás combustível ou vapor é colocada em contato com um fio de platina quente (catalisador)
, ocorre uma rápida combinação do combustível com o oxigênio do ar na superfície do fio (reação catalítica) elevando a temperatura do fio e aumentando a sua resistência elétrica.

Chassis: Estrutura de um instrumento eletrônico.

Circuito: Rede elétrica na qual há pelo menos uma via condutora que pode ser fechada.

Placa de circuito: Substrato no qual os componentes eletrônicos são configurados para que os sinais elétricos possam ser transmitidos de um componente para o próximo. Normalmente, o
substrato é constituído por uma placa de fibra de vidro, na qual traços condutores são depositados. Os traços formam um caminho entre componentes eletrônicos.

Locais classe I: Os locais classe I são aqueles em que gases ou vapores inflamáveis estão ou podem estar presentes no ar em quantidades suficientes para produzir misturas explosivas ou inflamáveis. Classificação do National Electrical Code. 

Locais classe II: Os locais classe II são perigosos devido à presença de poeira combustível. Classificação do National Electrical Code.

Locais classe III: Os locais classe III são perigosos devido à presença de fibras ou insetos facilmente inflamáveis. Classificação do National Electrical Code.

Combustão: Processo de combinação de uma substância com oxigênio, geralmente com liberação de calor.

Concentração: Quantidade de um gás por unidade de volume, normalmente expressa em %, % LEL ou ppm.

Gás combustível: Gás que tem um ponto de inflamação baixo o bastante e um alcance explosivo suficientemente grande para torná-lo potencialmente inflamável.

Condensação: Redução de vapor ou gás a um líquido, normalmente por resfriamento ou mudança de pressão.

Espaço confinado: Qualquer espaço que: 1) tenha meios limitados ou restritos de entrada ou saída; 2) seja grande o suficiente para uma pessoa entrar para realizar tarefas; 3) não foi projetado ou configurado para ocupação contínua.

Sensibilidade cruzada: Reação de um sensor a um gás interferente. Expor um sensor a um gás que não seja o alvo do sensor pode causar uma resposta indesejável, positiva ou negativa.


D

Registro de dados: Dispositivo de memória que armazena informações eletronicamente em um instrumento.

Detector: Elemento sensor de um dispositivo de detecção de gás, às vezes conhecido como filamento e às vezes chamado de sensor. O termo detector também é aplicado ao conjunto que contém o elemento sensor.

Difusão: Disseminação e permeação do espaço ocupado. Em um detector de gás de difusão, um elemento sensor exposto continuamente à atmosfera que deve monitorar, e sobre o qual a amostra flui pelo movimento natural do gás e não pela ação de uma bomba.

Diluição: Ato de enfraquecer por mistura. No caso da detecção de gás, uma concentração de gás pode ser enfraquecida ou diluída pela introdução de ar.

Corrente contínua (CC): Corrente unidirecional que flui continuamente. A maioria dos indicadores portáteis de gás é alimentada por corrente contínua, fornecida por uma bateria de um tipo ou outro.

Tecnologia DualSense®: A tecnologia DualSense usa dois sensores do mesmo tipo para detecção de um único gás. As leituras são então passadas por um algoritmo de uso exclusivo e uma única leitura de instrumento é exibida. Isso diminui a probabilidade de um instrumento não ser capaz de detectar gás em campo. Por sua vez, torna os instrumentos com tecnologia DualSense mais seguros do que os instrumentos de sensor único.


E

Eletrólito: Substância que produz um meio condutor quando dissolvido em um solvente adequado, geralmente água. Portanto, o ácido sulfúrico em uma bateria de armazenamento seria denominado eletrólito. O acetato de potássio usado em algumas células de oxigênio também seria chamado de eletrólito.

Eletrodo: Condutor por meio do qual uma corrente passa para dentro ou para fora de um líquido, um gás ou um material isolante. Os eletrodos são usados em sensores de gases tóxicos. A sua função nesse contexto é passar corrente do eletrólito para o circuito de medição do instrumento.

Interferência eletromagnética (EMI): Qualquer perturbação eletromagnética que interrompa, obstrua ou degrade ou limite o desempenho efetivo de equipamentos eletrônicos e elétricos.

Limites explosivos: Faixa explosiva de gases, vapores e poeiras, medida em % do volume, quando apresentada com uma fonte de ignição. Gases, vapores e poeiras têm Limites Explosivos Inferiores (LEL) e Limites Explosivos Superiores (UEL). O LEL é a concentração mais baixa ou intervalo de mistura mínimo em que uma explosão pode ocorrer. O UEL é a concentração mais alta ou intervalo de mistura máximo em que uma explosão pode ocorrer. Gases em quantidades abaixo do LEL são pobres demais para explodir. Gases em quantidades acima do UEL são ricos demais para explodir. Ver LEL e UEL no Glossário.

Compartimento a prova de explosão: Compartimento capaz de resistir a uma explosão.


F

Factory Mutual (FM): A FM Approvals certifica produtos e serviços industriais e comerciais para empresas de todo o mundo. Quando um produto ou serviço atende aos padrões da FM Approvals, recebe a marca “FM APPROVED” para indicar que funcionará conforme o esperado e tem suporte para prevenção de perda de propriedade.

Filamento: Elemento sensor usado em um detector de gás combustível, geralmente na forma de uma bobina de fio de platina.

Filtro: Dispositivo para limpar e purificar a amostra de gás que está sendo extraída. Por exemplo, uma almofada ou cilindro de algodão é com frequência usada para reter poeira.

Inflamável: Gás explosivo, capaz de ser inflamado e queimado.

Supressor de chamas: Barreira para o filamento ativo de um instrumento que opere segundo o princípio de reação catalítica. O supressor de chamas costuma ser feito de material poroso resistente ao fogo, como bronze, aço inoxidável ou Monel® sinterizado e a sua finalidade é conter qualquer chama que possa resultar da passagem da mistura de gás combustível sobre o filamento.

Propagação de chamas: Propagação de chamas da fonte de ignição por uma mistura inflamável.

Ponto de inflamação: Temperatura em que um líquido desprende vapor suficiente para formar uma mistura inflamável com o ar perto da superfície do líquido ou dentro do vaso utilizado.

Medidor de vazão: Dispositivo para medir a vazão da amostra.

Teste funcional (teste de resposta): Aplicação de gás a um instrumento para verificar a funcionalidade. É usado para verificar a resposta do sensor e do alarme.


G

Gás: Forma fluida de matéria que é compressível dentro de limites e que, devido ao movimento relativamente livre de suas moléculas, se difunde prontamente em outras formas semelhantes de matéria e é capaz de expansão indefinida em todas as direções.

Guaranteed for Life: A garantia Guaranteed for Life™ cobre todos os componentes do produto enquanto ele tiver suporte da Industrial Scientific. Isso não inclui os itens consumíveis, como sensores, baterias, barreiras de água e filtros.


H

Trabalho a quente: Soldar ou esmerilhar onde uma fonte de ignição costuma estar presente.

Umidade: Quantidade de vapor de água no ar. Há três tipos de umidade: absoluta, relativa e específica.

Hidrocarbonetos: Elemento de um grande grupo de compostos que contêm principalmente hidrogênio e carbono. A maioria dos gases a serem detectados pelos indicadores de gás combustível se enquadra nessa categoria.


I

Ponto de ignição: Temperatura na qual uma substância pega fogo e queima sem necessidade da introdução de uma fonte separada de ignição.

Imediatamente perigoso para a vida e a saúde (IDLH): Definido pelo Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional dos EUA (NIOSH) como exposição a contaminantes transportados pelo ar que “podem causar a morte ou efeitos adversos permanentes imediatos ou retardados à saúde ou impedir a fuga de tal ambiente.” Entre os exemplos estão a fumaça ou outros gases venenosos em concentrações suficientemente altas.

Gás inerte: Gás desprovido de propriedades químicas ativas - neutro. Nesse grupo estão o hélio, o néon e o argônio. Na análise de gases combustíveis, o nitrogênio e o dióxido de carbono, embora não estritamente, são tratados como gases inertes porque não entram em reações combustíveis nem as sustentam.

Inibidores: Substâncias que reduzem a eficácia da ação do catalisador no sensor LEL de grânulo catalítico. Os inibidores apenas atrapalham o funcionamento de um catalisador.

Inorgânico: Todos os elementos e componentes, exceto hidrocarbonetos ou substâncias orgânicas.

Intrinsecamente seguro: Termo aplicado a um instrumento ou dispositivo incapaz de se tornar uma fonte de ignição porque somente baixa energia está disponível nos seus circuitos elétricos. Há muitas aplicações em que a atmosfera é tão perigosa que nenhuma possível fonte de ignição pode ser permitida. Em casos como este, a instrumentação usada em tal local deve ser aprovada por uma das agências de aprovação (FM ou UL) como intrinsecamente segura.

Íons: Átomos ou grupos de átomos que captaram uma carga elétrica positiva ou negativa.

Ionização: Quebra de moléculas em átomos ou grupos de átomos eletricamente carregados.

Potencial de ionização (IP): Quantidade de energia necessária para quebrar um produto químico em partículas eletricamente carregadas. O potencial de ionização é medido em unidades chamadas elétron Volts (eV).


L

Pobre: Mistura de gás com ar contendo muito pouco gás combustível para ser inflamada.

Linearidade: Proximidade com que um determinado aumento percentual do gás produz o mesmo aumento percentual na leitura.

Limite Explosivo Inferior (LEL): Concentração mínima de um gás combustível, quando misturado com o ar, em que uma explosão pode ocorrer. Essa concentração é expressa em % do volume. Nos instrumentos de gás combustível usados para detectar atmosferas explosivas; a concentração é expressa como um fator percentual do ponto LEL. Uma leitura de 100% LEL corresponde à % de concentração de volume em que a combustão pode ocorrer.


M

Membrana: Material inerte com poros de tamanho uniforme. Esses poros permitem a transferência de moléculas no estado gasoso. Geralmente, a transferência de líquidos é inibida devido à sua densidade.


N

Código Elétrico Nacional (NEC): Conjunto de normas que regem o projeto e a instalação de equipamentos elétricos nos EUA, de modo a garantir uma instalação segura. O NEC é mantido e revisado pela NFPA.

Associação Nacional de Proteção contra Incêndios dos EUA (NFPA): Organização sem fins lucrativos cujos objetivos são melhorar os métodos de proteção e prevenção contra incêndios, publicar informações sobre esses temas e assegurar a cooperação dos seus membros e do público no estabelecimento de salvaguardas adequadas contra a perda de vidas e propriedades.


O

Orgânico: De ou pertencente à natureza dos organismos, dos animais ou plantas. Qualquer composto químico típico dos formados por processos biológicos, principalmente hidrocarbonetos.

Orifício: Pequena abertura para uma cavidade. Nas medições de gás, um pequeno orifício de dimensões controladas é colocado na corrente de fluxo e através do qual uma diferença de pressão previsível é desenvolvida para um determinado fluxo.

Oxidação: Ato de unir ou fazer com que se unam quimicamente com o oxigênio, estado de estar assim unido, isto é, ferrugem.

Ozônio: Forma triatômica de oxigênio de cor azulada com odor pungente. Formado naturalmente na alta atmosfera por uma reação fotoquímica com radiação solar ultravioleta ou gerado por descarga elétrica em oxigênio normal.


P

Partes por milhão (ppm): Unidade de medida usada para pequenas proporções ou concentrações. Expressa o volume de um gás presente em termos da sua relação com um total de 1 milhão de partes de ar. 1% do volume = 10.000 ppm, 100% do volume = 1.000.000 ppm.

Bomba parasita: Bomba alimentada anexando-a a um instrumento e usando a bateria do instrumento como fonte de energia.

Leituras de pico: Maior leitura de gás tóxico e gás LEL detectada e a menor leitura de oxigênio.

Permeabilidade: Qualidade ou condição de permitir a passagem, especialmente de líquidos e gases.

Limite de Exposição Permissível (PEL): Os PELs são limites regulamentares sobre a quantidade ou concentração de uma substância no ar. Os PELS baseiam-se numa exposição média ponderada no tempo de 8 horas (TWA). (OSHA, 2010)

Detector de fotoionização (PID): Instrumento de monitoramento de ar que detecta hidrocarbonetos e alguns vapores inorgânicos por fotoionização.

Fotoionização: Tratar produtos químicos com luz ultravioleta para converter as suas moléculas em íons eletricamente carregados.

Contaminação: Na detecção de gás, a ação de dessensibilização de certos gases no elemento de detecção. Um exemplo disso é a perda de sensibilidade que ocorre em um filamento de platina na presença de vapores de silicone.

Potenciômetro: Dispositivo de resistência variável de três terminais no qual um controle deslizante pode se mover de um extremo a outro, extraindo vários valores de resistência. Na instrumentação, os potenciômetros são usados como ajustes de zero, ajustes de voltagem e controles de calibração.

Sonda: Extensão oca rígida da linha de amostragem de gás para alcançar amostras de gás a serem retiradas de espaços que de outra forma seriam inacessíveis.

Propagação de chamas: Propagação de chamas da fonte de ignição por uma mistura inflamável.

Purga: Ato de remover gases inflamáveis, combustíveis e tóxicos de um espaço de trabalho confinado antes de entrar ou executar trabalhos a quente. O instrumento deve indicar zero quando corretamente purgado.


R

Câmara de reação: Cavidade ou invólucro em que ocorre uma reação ou uma conversão de gás no curso de um teste de gás.

Interferência de radiofrequência (RFI): Radiação eletromagnética emitida por circuitos elétricos que transportam sinais que mudam rapidamente, como subproduto da sua operação normal, e que faz com que sinais indesejados (interferência ou ruído) sejam induzidos em outros circuitos.

Limites de Exposição Recomendados (REL): A “TWA” NIOSH indica uma concentração média ponderada no tempo para um dia de trabalho de até 10 horas em uma semana de trabalho de 40 horas. Limite de exposição de curto prazo (STEL) designado por “ST” antes do valor; salvo indicação em contrário, o STEL é uma exposição de 15 minutos de TWA que não deve ser excedida em momento algum. Um teto REL é designado “C” antes do valor; salvo indicação em contrário, o valor máximo não deve ser excedido em momento algum.

Gravador: Instrumento capaz de fazer registros gráficos de resposta de gás.

Repetibilidade: Proximidade com a qual leituras sucessivas com o mesmo instrumento da mesma amostra concordam umas com as outras.

Resistência: Tendência de todos os materiais a resistir ao fluxo de uma corrente elétrica e converter energia elétrica em calor.

Resposta: Indicação no dispositivo de leitura resultante de uma alteração na composição da mistura de gás em amostragem.

Mistura rica: Excesso de gás combustível em relação ao LEL ou faixa de detecção.


S

Amostra: Porção representativa da atmosfera que estiver sendo testada.

Extração de amostra: Método usado na detecção de gás, pelo qual a amostra é atraída para a porção de detecção de um instrumento mediante mangueiras ou tubulação por meio de sucção.

Sensibilidade: Na detecção de gás, menor alteração na composição do gás que pode ser observada no dispositivo de leitura.

Limite de Exposição de Curto Prazo (STEL): Exposição média ponderada no tempo (TWA) de 15 minutos que só pode ser excedida quatro vezes em um dia de trabalho com um mínimo de uma hora de ar fresco no meio.

Span de gás de calibração: Restante de vida útil do sensor presumindo-se um uso normal. Antes de testar o span de reserva, o sensor precisa ser devidamente zerado e estar estável.


T

Valor limiar limite (TLV): Concentração máxima de uma substância à qual um trabalhador pode ser exposto sem efeitos nocivos em uma semana normal de 8 horas e 5 dias. Os valores comumente aceitos são encontrados no conjunto de diretrizes publicadas pela Conferência Americana de Higienistas Governamentais para indicar o limite do nível seguro de concentrações no ar de substâncias tóxicas (ACGIH).

Média ponderada por tempo (TWA): Exposição média a gás ao longo do tempo. Geralmente, a média é de um período de 8 horas.

Condutividade térmica: Capacidade de uma substância para transportar ou transferir calor entre dois locais de temperatura diferente. Na análise de gás, a capacidade de uma amostra de gás de conduzir o calor para longe ou para perto de uma bobina ou filamento aquecido. Cada gás tem a sua própria condutividade térmica, sendo alguns muito mais condutores do que outros.

Tóxico: Venenoso. Na saúde industrial, o tóxico é definido como tendo algum efeito adverso em algumas condições de exposição.


U

Underwriters Laboratory: Agência independente de testes e aprovação que examina equipamentos e acessórios operados eletricamente, principalmente do ponto de vista da segurança e isenção de perigo. O equipamento aprovado é listado pela UL e tem o rótulo UL. Um procedimento de acompanhamento garante que os fabricantes não façam alterações não aprovadas. O UL não tem nenhuma conexão com o governo federal ou outros governos, mas é reconhecido por muitos regulamentos de governos locais que exigem rótulos UL em certas classes de equipamentos elétricos.

Limite Explosivo Superior (UEL): Concentração máxima de um gás combustível, quando misturado com o ar, onde uma explosão pode ocorrer. Também conhecido como Limite Superior de Inflamabilidade.


V

Vapor: Qualquer substância em estado gasoso que em condições normais costuma ser líquida ou sólida; líquido ou sólido gaseificado.

Composto orgânico volátil (VOC): Produtos químicos orgânicos com alta pressão de vapor em condições normais de temperatura ambiente. A alta pressão de vapor resulta de um baixo ponto de ebulição. Podem ter um efeito tóxico crônico. Os COVs podem ser fabricados pelo homem ou substâncias químicas que ocorrem naturalmente.

Volátil: Que evapora rapidamente a temperaturas normais após exposição ao ar; capaz de ser vaporizado à temperatura ambiente.

Voltagem: Diferença de potencial elétrico, expresso em volts.

Porcentagem de volume: Porcentagem de mistura de 100% de gás/ar, geralmente aplicada à porcentagem de um determinado gás de interesse.


W

Coletor de água ou umidade: Recipiente instalado na linha de entrada de amostras de um analisador de gases, onde o líquido pode ser coletado, usado para impedir a entrada de água ou outros líquidos no analisador de gás. Usado quando há perigo de entrada de líquido ou vapor condensável na linha de amostras.

Ponte de Wheatstone: Circuito de ponte elétrica de quatro pernas, no qual todas as pernas são predominantemente resistivas; usado para medição de resistência. Em instrumentos de detecção de gás, um filamento ativo e um de referência costumam ocupar duas pernas da ponte. A referência e dois outros elementos resistivos oferecem uma resistência fixa, enquanto os elementos de detecção ativos atuam como resistência variável quando expostos a uma amostra de gás, desequilibrando a ponte e dando uma leitura no medidor.


Z

Zero: Termo aplicado ao nível de referência de um instrumento que indica nenhuma atividade de detecção.

Deriva zero: Condição que ocorre quando o medidor muda gradualmente de escala para cima ou para baixo quando não há gás presente.

ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADES DE TREINAMENTO: Esses vídeos de treinamento e outros materiais de treinamento têm a intenção de ajudar empregadores, trabalhadores e outros nos seus esforços para melhorar a saúde e a segurança no local de trabalho, educando-os sobre o uso prático dos equipamentos de detecção de gás da Industrial Scientific®. Embora tentemos abordar completamente os tópicos específicos, não é possível incluir a discussão de tudo em uma apresentação dessa natureza. Portanto, essas informações devem ser entendidas como uma ferramenta para auxiliar a operação dos seus equipamentos de detecção de gás da Industrial Scientific®. Finalmente, com o tempo a Industrial Scientific Corporation pode atualizar os materiais e vídeos de treinamento à luz de novas tecnologias, informações ou circunstâncias; Para manter-se informado sobre tais desenvolvimentos ou para ver uma biblioteca completa e atualizada do nosso material de treinamento, visite o nosso site emwww.indsci.com oudescarregue o nosso aplicativo.