Os custos ocultos dos detectores de gás descartáveis

Os custos ocultos dos detectores de gás descartáveis

Michelle Hammons | sexta-feira, 26 de junho de 2020

O lixo de consumo eletrônico é um problema sério. Os americanos, por exemplo, trocam de celular a cada 22 meses, em média, despejando por ano mais de 140 milhões de celulares nos aterros sanitários dos EUA. Com o tempo, os componentes desses telefones quebram, permitindo que substâncias tóxicas se infiltrem nos sistemas de água e no solo ao redor. O problema é tão sério que muitas vezes o lixo eletrônico é exportado, às vezes ilegalmente, para países em desenvolvimento, onde acabam em vastos lixões tóxicos.

iNET EXCHANGE

Incêndio - Resposta de emergência

O iNet® Exchange é um serviço baseado em assinatura
para detectores de gás que cobre reparo e substituição.

Tenha detectores de gás sob demanda

Alguns países adotaram uma abordagem proativa para reduzir o impacto que o lixo eletrônico causa no meio ambiente. Em 8 de junho de 2011, a União Europeia aprovou a Diretiva 2011/65/UE, que proíbe a venda de produtos eletrônicos com as substâncias perigosas chumbo, cádmio, mercúrio, cromo hexavalente, bifenilos polibromados e éteres difenílicos polibromados. A legislação tem como objetivo reduzir a exposição humana a produtos químicos perigosos, evitando que eles acabem em aterros sanitários na forma de televisores, telefones celulares, computadores e outros eletrônicos descartados.

O valor dessa legislação é claro. A exposição repetida ao chumbo, por exemplo, pode causar riscos significativos à saúde, como insuficiência renal, pressão alta e declínio cognitivo. Mesmo quando os níveis de contaminação são baixos, a exposição pode ser devastadora.

O que a detecção de gás tem a ver com o lixo eletrônico?

Em poucas palavras, uma empresa que vende equipamentos salva-vidas também deve se preocupar em operar de maneira que evite danos à vida humana. Os detectores de gás são uma parte crítica do equipamento de segurança. Os esforços para garantir que esses mesmosdetectores de gás não causem intoxicação por chumbo, por exemplo, têm muito sentido.

alarmes de ausência de movimento

A norma de Restrição de substâncias perigosas
(RoHS) ajuda a limitar a exposição a
produtos químicos em eletrônica.

Como as vendas em muitos países europeus exigem conformidade com as regulamentações de substâncias proibidas, a maioria dos fabricantes de equipamentos de detecção de gás projetou instrumentos em conformidade com essa legislação. No entanto, se você tiver centenas de detectores de gás no local e eles durarem apenas um ano, um número significativo deles acabará em aterros sanitários. Mesmo sem as substâncias perigosas proibidas pela União Européia, os detectores de gás descartáveis causam impacto no meio ambiente. O que um líder de segurança pode fazer para tornar o seu programa de detecção de gás mais ecológico?

A resposta é simples:reduzir, reutilizar e reciclar. Essas palavras conhecidas encontraram um jeito de entrar na nossa vida diária. Reutilizamos jarras de leite sempre que possível e as descartamos em uma lixeira especial para reciclagem. Levamos sacolas reutilizáveis para o supermercado. Temos o cuidado de reciclar as baterias corretamente.

Podemos reduzir, reutilizar e reciclar os nossos detectores de gás também.

Reduzir

Você mantém uma reserva de instrumentos extras apenas para casos de falha de instrumentos? Há inúmeras maneiras de reduzir o número de instrumentos que você mantém, incluindoprogramas de manutenção e recursos de gerenciamento de frota.

Programas de manutenção – Quando um dos seus instrumentos precisar de reparos, você pode solicitar as peças, aguardar a entrega e, em seguida, fazer a manutenção do instrumento pelo tempo que for necessário. Dias ou semanas podem passar. O trabalho de todo o processo pode ser praticamente eliminado pelo uso de software que fornece dados sobre o status dos seus instrumentos e programas de manutenção que fornecem peças sobressalentes ou instrumentos automaticamente.

Gerenciamento de frota – A capacidade deatribuir instrumentos a usuários específicose depois mudar facilmente essas atribuições pode reduzir o tamanho da sua frota de instrumentos. Mantenha apenas o número total de instrumentos que possam estar em uso a qualquer momento, depois permita que os usuários atribuam esses instrumentos quando forem retirados para uso. Você reduzirá muito não apenas o impacto no meio ambiente, mas também o orçamento geral do programa de gás.

Reutilização

alarmes de ausência de movimento

Quando se trata de detecção de gás, lembre-se de
reduzir, reutilizar e reciclar sempre que possível.

Um detector de gás bem feito pode durar anos se for mantido adequadamente. Procure por firmware atualizável, baterias e sensores substituíveis e outros recursos de manutenção que podem ser ferramentas importantes para ajudar você a reduzir o seu impacto ambiental.

Firmware atualizável – Os dispositivos eletrônicos podem se tornar obsoletos no segundo em que os levamos para casa, mas há fabricantes de detecção de gás que aprimoram a tecnologia existente. Atualizações de firmware gratuitas durante a vida útil do instrumento, por exemplo, podem permitir que você continue usando as ferramentas mais recentes sem descartar hardware.

Baterias recarregáveis e substituíveis– As baterias são uma fonte significativa de impacto ambiental negativo. Instrumentos projetados para funcionar por um tempo e depois ser descartados causam um impacto ambiental maior do que os que permitem recarregar e/ou substituir as baterias. Por que não investir algum dinheiro em uma bateria e depois continuar usando um instrumento por mais alguns anos?

Reciclar

Com frequência, os componentes de um detector de gás podem ser reciclados. Seja para descartar corretamente o instrumento ou aproveitar os programas de manutenção do fabricante, você pode ajudar a manter os detectores de gás longe dos aterros sanitários.

Garantias – Procure instrumentos que sejam garantidos por toda a vida do instrumento. O fabricante fica assim responsável por fazer os reparos que se façam necessários como resultado do uso normal, e recicla com responsabilidade as peças quando trabalha para honrar essa garantia.

Programas de manutenção – Os mesmos programas de manutenção que fornecem um instrumento sobressalente sempre que você tiver um problema com um equipamento permitem que os fabricantes reciclem os componentes com responsabilidade.

Cilindros de calibração– O gás de calibração é uma parte essencial de um programa eficaz de detecção de gases. Seja mais eficiente comprando o tamanho correto decilindros de gás de calibração. Alguns fabricantes de equipamentos de detecção de gás podem avaliar o uso de gás de calibração e ajudar você a fazer o pedido de forma adequada. Se você comprar cilindros pequenos demais, terá de trocá-los cilindros com mais frequência do que a necessária, o que é caro e cria uma pegada ambiental maior. Compre grande demais e provavelmente acabará comgás de calibração expirado. Além disso, os programas de reabastecimento automático podem garantir que você seja tão eficiente quanto possível com os seus cilindros de gás. Quando os cilindros estiverem vazios, entregue a garrafa. Com frequência, os cilindros de gás de alumínio podem ser reciclados localmente.

Embora deva levar décadas para fazer avanços significativos na diminuição da quantidade de lixo eletrônico que já está nos aterros sanitários, podemos trabalhar diariamente para evitar que o problema se agrave. Reduza, reutilize e recicle como parte do seu programa de detecção de gás e você estará fazendo um favor às futuras gerações, ao mesmo tempo em que economiza tempo e dinheiro hoje.