Como fazer os dados de detecção de gás trabalharem para você

Como fazer os dados de detecção de gás trabalharem para você

Ryan Cantwell | sexta-feira, 26 de junho de 2020

Se você for como a maioria das pessoas, está mais conectado do que nunca. Telefones celulares monitoram a sua localização para avisar sobre atrasos no trajeto. O seu rastreador de atividades registra cada passo e informa quanto falta para atingir as suas metas diárias. A sua TV inteligente até aprende o seu gosto em filmes para recomendar um para a próxima sessão de cinema.

O que essas tecnologias têm em comum? Todas elas usam dados para orientar suas decisões. Essa funcionalidade está expandindo muitos tipos de dispositivo, inclusive os monitores de gás.

Os monitores de gás estão ficando cada vez mais sofisticados, armazenando grandes quantidades de dados valiosos. Como resultado, você está obtendo mais informações do que nunca. Mais dados de detecção de gás são uma coisa boa, mas podem não parecer bons se você não souber como usá-los. Nem sempre é fácil vincular os números ao que está acontecendo em campo, e muito menos usar os dados para tomar decisões no futuro. Descobrir quem estava carregando o monitor número 176 (em mais de 400 monitores) quando entrou em alarme de H2S pode ser uma tarefa manual e monótona.

Felizmente, você não precisa fazer isso sozinho. Há ferramentas para organizar dados de detecção de gás de modo que você possa ter visibilidade e extrair informações significativas para executar uma ação.

Como rastrear os seus dados

Verifique a integridade do seu
programa de detecção de gás

Alerta na tela do Ventis Pro5

Conheça os indicadores mais importantes de acompanhar
no seu programa de detecção de gás.

Faça download do informe técnico

Alguns softwares de detecção de gás permitem que os administradores atribuam "usuários" e "locais" a monitores para ajudar a classificar e marcar dados. No entanto, se um trabalhador carregar um monitor diferente a cada dia e circular pelo local, essa solução pode ser demorada.

Uma opção melhor para um trabalhador móvel que pode usar um monitor diferente a cada dia é usar um detector de gás que rastreie quem estava usando um monitor e onde, como o monitor multigases Ventis® Pro5 com tecnologia iAssign®. Com o Ventis Pro5 e a tecnologia iAssign, o funcionário encosta a sua tag iAssign no monitor para inserir o nome dele no instrumento, sem fio. Assim, enquanto ele se move pela instalação, o seu monitor registra automaticamente a sua localização quando está ao alcance de um beacon iAssign®, um dispositivo Bluetooth que envia informações de localização e acesso ao monitor de gás.

Todos os dados coletados pelo detector de gás são marcados com o nome e a localização do trabalhador, permitindo ver facilmente quem tinha o instrumento e onde estava localizado durante um alarme. Isso facilita tomar medidas com base nos dados de detecção de gás.

O iAssign® em ação

Você pode usar o Ventis Pro5 com a tecnologia iAssign para facilitar o entendimento dos dados de detecção de gás. Aqui está um exemplo: Mike H., que trabalha na manutenção, pega o instrumento dele de manhã do armário de ferramentas e na mesma hora encosta o instrumento na tag iAssign pessoal presa ao seu capacete. Hoje, Mike vai fazer reparos na zona 1. Quando ele chegar à área, o detector de gás de Mike receberá informações de localização do Bluetooth de um iAssign Beacon montado na parede. Agora o instrumento está gravando que todos os dados são do Mike H. na zona 1. Mais tarde, Mike vai para a zona 6 e o detector de gás dele marca as leituras com a nova localização.

Quando Mike acopla o instrumento no final do dia, todos os dados são marcados com o nome dele e os locais em que ele trabalhou em toda a instalação. A captura e organização dos dados de usuário do Mike facilita muito a tomada de medidas baseadas em dados.

Por exemplo, se Mike e seus colegas John e Jamie tiveram alarmes de H2S altos na zona 1 esta semana, você saberá que precisa investigar esse local e possivelmente fazer reparos.

Como funciona a tecnologia iAssign?

Os monitores Ventis Pro5 usam comunicação por campo de proximidade (NFC) para ler as informações de um tag iAssign pré-programado. A NFC é a mesma tecnologia que permite que pagar compras encostando o cartão de crédito no leitor da caixa, pagar itens em uma máquina de venda automática encostando o celular no leitor ou transferir fotos e arquivos de um smartphone para outro com um toque. Com NFC e Bluetooth, um Ventis Pro5 pode ler dados rapidamente de tags iAssign sem que o operador precise nem apertar um botão.

As tags do iAssign são pequenas, leves, não precisam de bateria e suportam ambientes hostis ao ar livre. As tags podem ser continuamente substituídas conforme necessário ou bloqueadas para que não possam ser reprogramadas. Elas trabalham com o Ventis Pro5 e podem ser programadas em segundos com o nome de um usuário, local ou ambos, usando um smartphone ou tablet Android e o aplicativo iAssign gratuito da loja Google Play.

Os beacons iAssign usam a mesma tecnologia Bluetooth dos produtos de consumo, neste caso para fornecer informações de localização a monitores de gás portáteis. O beacon iAssign foi desenvolvido para uso nos ambientes industriais mais difíceis e perigosos, com uma classificação de proteção de entrada de IP65. Os beacons iAssign operam em faixas de temperatura de -40 ºC a 50 ºC e são certificados para uso em locais perigosos de classe I, divisão 1 ou classe 1, zona 0. Um beacon iAssign fornece até 4 anos de operação contínua com apenas duas baterias AA de lítio descartáveis.

Os seus dados de detecção de gás podem fornecer informações valiosas sobre o seu local e os seus funcionários – você só precisa das ferramentas certas para usar os dados e ter uma visão do que fazer.

Saiba mais sobre como o Ventis Pro5 e a tecnologia iAssign podem trabalhar para você.